Está aqui

Cascais Ambiente instala iluminação inteligente e renovável em Zona Protegida

Quarta, 6 Dezembro 2017
Energias Renováveis
A redução dos impactos ambientais foi o mote para o projeto inovador de iluminação pública que está em funcionamento no passadiço da Duna da Cresmina e Estrada do Guincho. Para tal, a Cascais Ambiente recorreu a um sistema inteligente e à utilização de recursos renováveis.

São mais de 500 metros de iluminação completamente off-grid, o que significa que não estão ligados à rede eléctrica nacional. O sistema, constituído por 20 pontos de luz, é todo autónomo e autossustentável. A energia solar é a fonte abastecedora de energia das luminárias, equipadas com painéis fotovoltaicos e baterias que acumulam a energia durante o dia para alimentar a luminária à noite.  Tendo em conta que a zona em questão está classificada como Zona Protegida (Parque Natural Sintra-Cascais), esta solução evitou impactos ambientais inevitáveis nomeadamente com a abertura de valas.

Como forma de garantir que a energia renovável é ainda usada com o máximo de eficiência, o sistema é controlado remotamente através de qualquer dispositivo móvel. Assim é possível regular a intensidade da luz, detectar anomalias, verificar o estado de carregamento das baterias, elaborar o perfil de funcionamento de cada luminária de modo a poder posteriormente regulada, entre outras informações.

Cada ponto de luz está ainda munido de sensores de presença, permitindo acionar a iluminação apenas quando é detetada a presença de pessoas, e todas luminárias utilizam tecnologia LED.

A utilização de energias renováveis em detrimento da energia proveniente de combustíveis fósseis é o garante de emissões zero neste trajeto, contribuindo para a preservação do parque natural e da sua biodiversidade.

Linha Cascais

x

Fale connosco

800 203 186

Em rede